Início/Sem categoria/Quais são os principais sistemas de construção e para quê são utilizados?

Quais são os principais sistemas de construção e para quê são utilizados?

A construção civil [hoje] dispõe do que há de mais moderno no mercado em termos de materiais, equipamentos e sistemas de construção.

No Brasil, um método comumente utilizado é a alvenaria convencional. Isso não quer dizer que outros não sejam utilizados no País. Aos poucos, outros sistemas de construção estão ganhando cada vez mais força, como: alvenaria estrutural, steel frame, wood frame e paredes de concreto.
 

Alvenaria Convencional

Vigas, pilares e lajes de concreto armado fazem parte da estrutura de sustentação de edificações e a alvenaria possui função de vedação e divisão de ambientes. Para esses dois objetivos – vedar e separar –  normalmente utilizamos blocos cerâmicos.

Pelo simples motivo de não necessitar mão de obra técnica e qualificada, o sistema construtivo com alvenaria convencional pode entregar obras com muitas patologias, gerando retrabalho e excesso de resíduos.

Porém, apresenta inúmeras vantagens. São elas:

  • Suporta grandes vãos
  • Mão de obra e materiais abundantes e em larga escala
  • Baixíssima necessidade de mão de obra qualificada
  • Flexibilidade para futuras reformas e alterações no projeto

Onde utilizar:

Casas de campo/cidade e pequenas edificações

 

Alvenaria Estrutural

Quando falamos em alvenaria estrutural, o próprio nome já diz: é a união da estrutura com a vedação do edifício por meio de blocos cerâmicos ou de concretos.

O projeto de alvenaria estrutural complementa-se com os projetos elétrico e hidrossanitário. Em função do bloco a ser utilizado é que definiremos os vãos da edificação.

Diferentemente da alvenaria convencional, a alvenaria estrutural requer mão de obra especializada, pois há um fator de risco nesta questão. Caso paredes e estruturas não estiverem niveladas perfeitamente e no prumo correto, poderão acontecer incidentes desagradáveis, além de perigosos. São as paredes que sustentam a edificação.

Lembrando: para edificações com mais de 4 pavimentos, devemos utilizar barras de aço em meio aos blocos de alvenaria estrutural.

 

A alvenaria estrutural apresenta muitas vantagens em sua utilização

Relacionamos algumas:

  • Rapidez e facilidade de construção
  • Redução da mão de obra
  • Maior economia
  • Maior robustez na estrutura
  • Menor desperdício de materiais

Onde utilizar:

Residenciais: é uma opção para construção de sobrados, imóveis populares e prédios com até 20 pavimentos.
Comerciais: esse modelo atende imóveis de pequeno e médio porte. Sendo assim, pode ser utilizada em escritórios, escolas e prédios públicos.

 

Steel Frame

Resumidamente, é um sistema construtivo pré-formatado baseado no conceito linha de produção, industrializado e racionalizado. A sua estrutura é formada por perfis de aço galvanizado e o seu fechamento é realizado por placas de cimento, madeira ou drywall. A principal diferença para os outros sistemas de construção é a limpeza do canteiro de obras, pois a geração de resíduos é mínima – não necessitando de água para limpá-lo.

 

Wood Frame

O sistema construtivo wood frame é bem similar ao steel frame, porém, ao invés de utilizar perfis de aço galvanizado, utiliza perfis de madeira de reflorestamento. O pinus é um exemplo.

 

Paredes de concreto

Esse sistema construtivo utiliza paredes estruturais maciças de concreto armado. Estas paredes, por sua vez, são concretadas com o auxílio de formas (madeira ou metal) e montadas no local da construção de acordo com os critérios do projeto arquitetônico.

As instalações hidrossanitárias e elétricas são embutidas, evitando quebra de paredes e retrabalhos.

Pelo fato de as formas utilizadas para a montagem das paredes serem reutilizadas diversas vezes, esse sistema construtivo é indicado para construções em larga escala.

 

Veja algumas vantagens do sistema:

  • Alta produtividade (montagem in loco)
  • Excelente resistência ao fogo
  • Menor desperdício de materiais 

Onde utilizar:

  • Edifícios residenciais
  • Indústrias e galpões
  • Painéis com tratamentos decorativos
  • Obras de arte
  • Superfícies que necessitam de relevos, logotipos, efeitos tridimensionais e texturas 

 

Podemos concluir que:

Como tudo e todos acompanham tendências e tecnologias, a construção civil não poderia ser diferente, ruma à processos ágeis em escala industrial e fomenta melhores sistemas e métodos construtivos.

Os formatos tradicionais de construção já demonstram resultados inferiores, menos produtivos e com menor qualidade se comparados aos sistemas industrializados.

Porém, para cada necessidade devemos analisar: o desempenho de cada sistema, a mão de obra característica da região, a durabilidade que pretendemos empregar à construção, além de sua função.

Cada sistema construtivo apresenta vantagens e peculiaridades. Portanto, é importante conhecê-los em todos os seus aspectos ao ponto de entendê-los com propriedade a fim de identificar qual o sistema ideal para cada tipo de obra.

 

Gostou de aprender um pouquinho mais sobre sistemas de construção? Caso queira conhecer nossas soluções em pré-moldados, fique à vontade! Entre em contato conosco e confira mais detalhes.

Por | 2018-11-30T19:00:25+00:00 30 de novembro de 2018|0 Comentários

Sobre o Autor:

Deixar Um Comentário