Início/Geral/Como fazer um orçamento de obra?

Como fazer um orçamento de obra?

Realizar um orçamento de obra é a primeira tarefa de todo responsável por um projeto. Somente após este planejamento é possível continuar com os próximos passos da obra e prosseguir com o projeto. E, por ser crucial para o desenvolvimento da obra, deve ser feito com muita cautela e conhecimento.

Neste texto, a Piramide Pré-Moldados separou as principais dicas e considerações para preparar um orçamento de obra. Além de entender o que é o orçamento de obra, vamos te explicar conceitos presentes nesse processo.

Boa leitura!

 

5 dicas para fazer um orçamento de obra

 

1. Elabore o projeto

É impossível realizar um orçamento de obra sem saber o que será realmente feito nela. Para isso, é essencial elaborar o projeto, de forma a detalhá-lo em documentos. Os principais documentos utilizados para detalhar um projeto de obra são o memorial descritivo e o projeto executivo.

Com os documentos em mãos, os responsáveis podem ter uma visão geral do projeto, dos materiais e mão de obra necessária, entre outros.

 

2. Custos diretos e indiretos

Para realizar um orçamento de obra é necessário entender o que são os custos diretos e os indiretos e como cada um afeta no orçamento final. Os custos diretos são aqueles que impactam diretamente na obra, como os materiais de construção. Já as despesas indiretas são as responsáveis por fazer a obra acontecer, como os salários dos funcionários, água e energia elétrica, por exemplo.

Os custos diretos e indiretos são igualmente importantes e devem ser considerados para a realização do orçamento de obra. Afinal, não é possível realizar qualquer construção sem os custos administrativos por trás dela.

 

3. Cálculo de BDI

O cálculo de BDI é um dos mais importantes quando falamos do orçamento de uma obra. A sigla vem do inglês Budget Difference Income e significa Benefícios e Despesas Indiretas. Este cálculo tem como principal objetivo compor o preço de venda considerando os custos diretos e indiretos.

O BDI garante que todos os custos envolvidos em uma obra sejam considerados para a precificação final. Existem diversos softwares que realizam este cálculo com precisão. Além de serem importantes para fazer o orçamento de obra, devem ser considerados pelo setor financeiro na avaliação do fluxo de caixa.

 

4. Análise do preço de mercado

Para elaborar o orçamento de uma obra, o preço do mercado deve ser considerado, especialmente para evitar surpresas. Aqui, tanto o preço de custos diretos quanto indiretos devem ser incluídos.

Por exemplo, após a definição da quantidade de m² de alvenaria serão necessários, é preciso determinar o valor para a sua execução. Portanto, o valor de todos os materiais de construção e outros custos devem ser analisados, sempre buscando o melhor custo-benefício.

 

5. Apresentando a planilha

Após reunir todas as informações e detalhes necessários para o orçamento de obra, é preciso apresentá-los para o cliente. Costuma ser utilizado planilhas com todas as quantidades e custos, assim como o lucro estipulado com a construção.

Além de planilhas, pode ser incluído também um cronograma, detalhando as datas e prazos. Dessa forma, todos os passos planejados já são apresentados para o cliente, auxiliando na apresentação do projeto.

 

E aí, gostou das nossas dicas para realizar o orçamento para uma obra? Estas são apenas alguns dos diversos passos presentes nessa tão importante tarefa. Para receber mais conteúdos como este, siga-nos no Facebook e Instagram!

Por |13 de dezembro de 2021|0 Comentários

Sobre o Autor:

Avatar

Deixar Um Comentário