Início/Sem categoria/Conheça as diferentes fôrmas para artefatos pré-moldados

Conheça as diferentes fôrmas para artefatos pré-moldados

Os tijolos, uma vez essenciais e muito utilizados nas grandes e pequenas construções, hoje deram espaço aos pré-moldados. Estes são peças que, assim como o nome já diz, são pré-fabricadas e chegam prontas para serem trabalhadas nos canteiros de obras. Muros, calçadas, objetos de decoração, telhas, enfim; diversas são as utilizações dos artefatos pré-moldados.

Para conseguir suprir toda a demanda das mais diferentes obras, os artefatos pré-moldados se destacam pela diversidade de produtos, formatos, tamanhos e adequações. Além disso, garantem mais agilidade, rapidez e segurança na hora da entrega da construção.

Mas, afinal, você sabe quais são os diferentes formatos dos artefatos pré-moldados e suas fôrmas? Para conseguir o resultado desejado de certas peças, cada elemento é produzido numa fôrma diferente, o que resulta na qualidade e no pré-moldado específico para cada obra. Madeira, metal, fibra e plástico são as principais fôrmas encontradas no mercado para fabricação das peças.

 

Agora, vamos saber para que servem e quais locais são indicados cada uma dessas formas?

 

Madeira

A fôrma de madeira pode ser utilizada em diversas situações, desde pequenas obras em casas e sobrados até construções de grandes edifícios, pontes e passarelas. Esse é um dos formatos mais resistentes a qualquer ambiente, já que se adapta a linhas curvas com facilidade, colaborando no resultado final dos artefatos pré-moldados.

A desvantagem está na criação de grande quantidade de resíduos sólidos, o que é prejudicial ao meio ambiente.  

 

Plástico

Leveza, resistência contra a ação do tempo e facilidade na montagem: essas são características marcantes nesse tipo de formato. Outra vantagem é que as fôrmas de plástico têm tempo maior de uso, podendo ser reutilizadas diversas vezes na construção dos artefatos pré-moldados. São encontradas em canteiros de obras para concretagem de pilares, paredes e lajes.

 

Metal  

Dentre todos os formatos, essa é a fôrma que mais pode ser reutilizada, sabe por quê? os materiais em que são fabricados, como o alumínio e aço contém alto índice de resistência contra intempéries. Ao mesmo tempo apresentam características como a leveza e rapidez na montagem.

Por isso são ideais para artefatos pré-moldados de grandes construções, onde haja muita concretagem como, por exemplo, a construção de prédios e vigas.  

 

Fibra

Sua montagem é fácil e prática, pois não conta com peças soltas, como ocorre com as outras fôrmas. Esse formato se adapta a qualquer tipo de concreto e pode também ser reutilizado diversas vezes, já que apresenta resistência a ferrugem. Além disso, conta com menos peso para o preparo dos artefatos pré-moldados.

 

Principais funções das fôrmas para artefatos pré-moldados

 

  • Conservar a geometria dos pré-moldados
  • Manter o alinhamento dos pré-moldados
  • Suportar o concreto fresco enquanto o pré-moldado é fabricado
  • Manter a temperatura necessária para fabricação
  • Proteger o concreto contra intempéries para garantir a qualidade do artefato pré-moldado depois de pronto

 

Vale lembrar que, segundo especialistas, é fundamental, antes de colocar o concreto nas fôrmas, usar um desmoldante para melhor aderência e resistência do artefato pré-moldado depois de pronto.

 

Gostou das dicas? Quer saber mais informações sobre os artefatos pré-moldados da Piramide? Acompanhe tudo nas nossas redes sociais: Facebook e Instagram!

Por | 2019-04-29T17:09:53+00:00 29 de abril de 2019|0 Comentários

Sobre o Autor:

Deixar Um Comentário